Celesc anuncia R$ 96 milhões em projetos nas áreas de Inovação e Eficiência Energética

03/10/2018

Notícia publicada no Portal Procel Info


Notícia original no portal Notícias do Dia

 

 

"28.09.18

 

Celesc anuncia R$ 96 milhões em projetos nas áreas de Inovação e Eficiência Energética

 

Fonte: Notícias do Dia - 27.09.2018

 

Santa Catarina - A Celesc anunciou investimentos de R$ 96 milhões que vão financiar 18 ideias inovadoras em Pesquisa & Desenvolvimento e outras 11 em Eficiência Energética. Os certificados dos projetos foram entregues na manhã dessa quarta-feira (26). As propostas têm como principais características o fomento ao uso consciente de energia elétrica, à modernização e ao aperfeiçoamento do sistema elétrico, das distribuidoras de energia e, principalmente, das comunidades onde atuam.

As 29 propostas escolhidas foram selecionadas entre mais de 102 inscrições. Entre os vencedores estão projetos como um que pretende implantar drones para manutenção de redes de alta tensão, que será executado pela Universidade Federal de Uberlândia, ao custo de R$ 1,1 milhão.

Um dos principais investimentos, que receberá aporte de R$ 30 milhões, será para o desenvolvimento e certificação de um aerogerador nacional com capacidade para gerar de 3,3 a 4 MW. A iniciativa é da Engie Brasil e da WEG.

Na área de inovação, foi apresentado um sistema de realidade virtual para treinamento em redes aéreas de distribuição de energia elétrica, ao custo de R$ 2,5 milhões. Além de também ter contemplado projeto para desenvolvimento de tecnologia nacional para implantação de infraestrutura de recarga para veículos elétricos, que deverá custar R$ 4 milhões e será desenvolvido pela Fundação Certi.

“Esse é o primeiro aerogerador nacional, com energia totalmente brasileira, é um gerador que vem para suprir as necessidades do nosso mercado, uma vez que aqueles que temos disponíveis no momento são desenvolvidos para outros mercados, ou seja, eles não são adaptados para os nossos ventos. A partir da assinatura, o projeto deve ser finalizado em um ano e meio”, esclareceu o coordenador de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento da Engie Brasil Energia, Rafael Calado.

Também participaram do ato o governador Eduardo Pinho Moreira, que já presidiu a Celesc, e o vice-presidente do Ciasc (Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina), Jean Carlo Vogel.

Com a entrega dos certificados, a partir deste momento, os projetos começaram a serem executados. “Ao todo, serão investidos R$ 96 milhões em propostas para promover o uso eficiente e racional de energia elétrica, estimular a adoção de novas tecnologias e de bons hábitos de consumo a fim de combater o desperdício”, disse o presidente da distribuidora catarinense, Cleverson Siewert.

O governador de Santa Catarina, Pinho Moreira, disse que o estado precisa de modernidade, sustentabilidade e inovação. “A Celesc larga na frente num pacote histórico, com parcerias de inteligência. Isto é o que nós precisamos: diminuir o consumo de energia de forma racional, mas também trazendo opções sustentáveis. Fico feliz de estar participando deste momento histórico, desta empresa que, inclusive, eu já presidi”, comentou o governador.

Para os empreendimentos em P&D aprovados, a Celesc irá disponibilizar mais de R$ 80 milhões. “Os projetos dessa linha podem evoluir para um modelo de negócios e compreendem segmentos como mobilidade elétrica, internet das coisas, robótica, segurança do trabalho, meio ambiente e outros domínios que possam contribuir com a melhoria dos processos e dos serviços prestados pela Celesc”, conta Thiago Jeremias, chefe da Divisão de Eficiência Energética da empresa.

Já as propostas da área de PEE deverão ser realizadas entre 2018 e 2019, com aplicação de, aproximadamente, R$ 14 milhões. Sete delas estão relacionadas à iluminação pública, três são voltadas a comércio e serviços e uma para a indústria. “Os projetos direcionados aos consumidores sem fins lucrativos têm financiamento a fundo perdido, como é o caso da Instituição Bethesda, de Joinville, com quase R$ 726 mil em recursos”, afirma Jeremias. Para projetos industriais, é feito um contrato de desempenho onde será calculado quanto o projeto gerou (em reais) de economia e esta será a prestação a ser devolvida à concessionária.

“A Celesc tem essa característica de eficiência e ela está avançando, na frente de outras empresas pela modernidade da gestão. Estão atualizados. Nós estamos avançando para consumir menos energia e preservar o meio ambiente através de uma parceria entre uma empresa pública, a iniciativa privada e o setor acadêmico também”, destacou Moreira.

A abertura das próximas chamadas públicas está prevista para ocorrer até dezembro de 2018.

 

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui."

 

Acesse a notícia publicada no Portal Procel Info:

http://www.procelinfo.com.br/main.asp?ViewID=%7BF5EAADD6-CCB0-4E29-A0C4-482D3D66BB65%7D&params=itemID=%7B76CDB27D-5559-4A5F-B413-191F81DB3A79%7D;&UIPartUID=%7BD90F22DB-05D4-4644-A8F2-FAD4803C8898%7D


Acesse a notícia original no portal Notícias do Dia:

 

https://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/celesc-anuncia-r-96-milhoes-em-projetos-nas-areas-de-inovacao-e-eficiencia-energetica

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no LinkedIn
Please reload

CONECTICIDADE

Laboratório de Cidades, Tecnologia e Urbanismo