Sobre a Visita Técnica às Quadras 49 e 50 do Complexo Júlio Prestes da PPP Habitacional da Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo

03/09/2019

A equipe de pesquisa do PRO e da Fundação Vanzolini sobre cidades inteligentes (CONECTICIDADE) foi conhecer um empreendimento pioneiro de habitações populares. Trata-se de uma PPP da Secretaria da Habitação que, com sua larga experiência na elaboração e construção de habitações populares, criou um edital que estabelece muitos pontos importantes para evitar problemas normalmente encontrados nesse tipo de habitação.

 

Um deles é a questão da qualidade do material: o empreendedor é obrigado a dar manutenção durante 20 anos no empreendimento. Isso levou à escolha de materiais de qualidade, fato que vai beneficiar o cidadão que recebe o imóvel. Outro ponto importante foi a seleção cuidadosa e o trabalho de orientação dos cidadãos que foram selecionados para a compra do imóvel. O requisito exigido seria morar e trabalhar na região, reduzindo a necessidade de transporte. Além disso a região é muito bem servida por transporte público.

 

O trabalho social cuidadoso de orientação de como se convive em um condomínio está evitando a depredação dos imóveis e levando à boa manutenção dos imóveis depois de ocupados. Este é um ponto importante no caminho de formação de cidadania.

 

Além disso, para o empreendedor, foi encomendado um trabalho de revitalização da região e não somente do empreendimento. Isso traz para a região um novo alento evitando sua degradação. As áreas comerciais são boas para o empreendedor, e também para os moradores e os frequentadores da região.

 

A instalação da escola e da creche traz movimento para a região também, fato que vai aumentar o movimento e pode reduzir o risco de degradação. Um ponto importante foi o fato dos empreendimentos não terem garagem, induzindo o cidadão a não ter carro, fato que ocorre em cidades como Nova Iorque.

 

 

Sobre a visita

 

A Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo, junto à Construtora Canopus e à nossa colega de grupo Maria Luiza Salomé, organizou ao grupo CONECTICIDADE, e convidados, uma visita técnica às Quadras 49 e 50 do Complexo Júlio Prestes da PPP Habitacional da Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo, no dia 22/08/2019. 

 

 

O Complexo Júlio Prestes

 

A área onde funcionou o Terminal Rodoviário da Luz entre os anos de 1960 e 1980 foi incorporada à PPP Lote 1 – Área Central da Cidade de São Paulo como contrapartida do Governo do Estado de São Paulo, para a implantação do Complexo Júlio Prestes. O empreendimento ocupa as quadras 49 e 50, além de incorporar, no âmbito das ações da PPP, a requalificação da Praça Júlio Prestes.

 

Ao todo, o projeto do Complexo Júlio Prestes terá 1.202 moradias. Na quadra 49, em 5 torres, são 914 unidades de HIS – habitações de interesse social, para famílias com renda mensal de R$ 810,00 até R$ 4.344,00. Na quadra 50, em 2 torres, são 216 HIS e 72 unidades de HMP – habitações de mercado popular, para famílias com renda de R$ 4.344,01 até R$ 8.100,00.

 

Além das HISs e HMPs e das áreas comuns dos condomínios residenciais, o empreendimento integra a nova sede da escola de música Tom Jobim, creche para 200 crianças, quadra de esporte, praça e espaços para o uso comercial e oferta de serviços. Ainda, no âmbito das obras de infraestrutura a cargo da concessionária, caberá a requalificação da Unidade do 2º Grupamento de Bombeiro da Capital.

 

Fonte: http://www.habitacao.sp.gov.br/icone/detalhe.aspx?Id=13

 

 

Confira algumas imagens do empreendimento disponíveis no site da Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo:

 Fonte: http://www.habitacao.sp.gov.br/icone/detalhe.aspx?Id=13

Crédito: Arquitetos Mario Biselli – Artur Katchborian

 

 

Confira a seguir algumas fotos do evento:

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no LinkedIn
Please reload

CONECTICIDADE

Laboratório de Cidades, Tecnologia e Urbanismo